Relação entre museus e mudança social é discutida com especialistas britânicos no Rio

10 de agosto de 2013

Agência Brasil

A Agência Brasil está é a agência de notícias na Internet que distribui gratuitamente informações de governo e da sociedade, com base nos princípios da comunicação pública: assegurar o amplo acesso à informação como direito fundamental para o exercício da cidadania.

Relação entre museus e mudança social é discutida com especialistas britânicos no Rio
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-08-10/relacao-entre-museus-e-mudanca-social-e-discutida-com-especialistas-britanicos-no-rio
Aug 10th 2013, 16:42

Paulo Virgilio

Repórter da Agência Brasil



Rio de Janeiro – O British Council, organização internacional do Reino Unido para oportunidades educacionais e relações culturais, participa da 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (Icom) com quatro especialistas na relação entre os museus e a mudança social, tema principal do encontro que começa hoje (10) na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Para esse intercâmbio, que vai além da conferência, o British Council criou um programa de desenvolvimento de museus, o Transform, fruto dos vínculos olímpicos que se estabeleceram entre Londres, que sediou as Olimpíadas de 2012, e o Rio de Janeiro, que realizará os Jogos de 2016.
A diretora assistente de Artes do British Council, Lucimara Letelier, destacou que o Reino Unido e o Brasil têm muitas experiências para trocar na área de museologia. "Há um reconhecimento de que o Brasil já desenvolveu uma expertise, uma capacidade nova que tem sido percebida pelos museus britânicos, principalmente na área de inclusão social", explicou em entrevista à Agência Brasil. "Isto se dá claramente na museologia social, com o surgimento dos museus de favela, dos pontos de Memória", acrescentou.
Por sua vez, os museus do Reino Unido, país que abriga algumas das mais importantes instituições da área em todo o mundo, têm muito o que oferecer aos seus congêneres brasileiros em capacidade administrativa. "São museus cuja gestão é uma referência mundial", disse a diretora do British Council.
Segundo Lucimara, há outras contribuições, além da competência em matéria de gestão. "Os museus britânicos têm trabalhado muito a relação entre museu e justiça social, tema de um dos workshops da conferência. Um exemplo é o Museu de Liverpool, que desenvolve temas como a afrodescendência e as questões de gênero", comentou.
Os palestrantes britânicos vão participar de oficinas e de seminários em quatro comitês internacionais da conferência do Icom. São os que tratam de educação e ações culturais; museus de cidades; administração de museus e museus e coleções de arte moderna. Os especialistas Viv Golding e Richard Sandell são da Universidade de Leicester, considerada referência na Europa em estudos museológicos. Os outros dois são o curador do The Baltic Centre of Contemporary Art, da cidade de Newcastle, Laurence Sillar, e o diretor dos Museus Nacionais de Liverpool, David Fleming.
De acordo com Lucimara Letelier, o comitê que debaterá a relação entre os museus e a transformação da cidade será o espaço para que Richard Sandell fale sobre a experiência britânica. "Em Londres, os museus conseguiram se unir e trocar experiências para a programação cultural paralela aos Jogos Olímpicos. Aqui, o comitê está propondo uma troca bastante intensa com a região do Porto Maravilha. Será a oportunidade de abordar como os museus se relacionam com as transformações de uma cidade que está para receber um evento do porte das Olimpíadas", disse.
Edição: Andréa Quintiere
Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at http://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
http://blogtrottr.com/unsubscribe/d9g/Lpf2H4

Espalhe: